close

Poucas empresas entendem D&I como uma questão cultural

Pesquisa da FCA mostra que a maioria das empresas não encaram políticas de diversidade e inclusão como uma questão de cultura corporativa

D&I © - Shutterstock
por Redação 3 de fevereiro, 2023
  • Impacto positivo e legados sustentáveis Mais informações
    Impacto positivo e legados sustentáveis

Isso é o que revela a pesquisa mais recente da Financial Conduct Authority (FCA), órgão inglês de regulação do mercado financeiro. Intitulado Understanding approaches to D&I in financial services (Entendendo as abordagens de D&I em serviços financeiros, numa tradução livre), o levantamento mostrou que há um longo caminho a se cumprir nas empresas em relação às políticas de diversidade e inclusão.

“Pouquíssimas empresas pareciam ter entendido a diversidade e a inclusão como uma questão cultural fundamental. Geralmente, encontramos muito menos compreensão e foco na construção de culturas inclusivas do que em ações para medir a diversidade e abordar questões específicas”, diz o texto oficial da pesquisa. 

D&I não se limita a gênero e etnia

O levantamento aponta ainda que nenhuma das empresas de varejo com as quais foi conversado realizou um trabalho substancial sobre as diversas necessidades de sua base de consumidores, embora algumas tenham reconhecido a necessidade disso. 

Para a FCA, a maioria das organizações está focada em abordar a representação de gênero, com a etnia começando a receber mais atenção. No entanto, outras características demográficas receberam menos atenção. “Poucas empresas têm dados acionáveis além de gênero e etnia”, resumem os organizadores da pesquisa.




Os assuntos mais relevantes diretamente no seu e-mail

Inscreva-se na nossa newsletter