close
Carreira

Mentiras levam profissionais de RH a atuarem como ‘detetives de currículo’

Consultoria revela que quase 70% dos recrutadores já recusaram candidatos em seleções por não serem honestos sobre experiência, habilidades e formação 3 minutos de leitura

Gestão

Quase metade dos servidores nunca observou um desvio ético no órgão que atua, mostra pesquisa

Levantamento feito pela FDC com servidores aponta que “situações indevidas” diminuíram na percepção dos respondentes

3 minutos de leitura

Os assuntos mais relevantes diretamente no seu e-mail


Parcerias editoriais

Parceria Fast Company 5 min de leitura

Capitalismo de stakeholders está em evidência, segundo consultor

Carlos Takahashi, da Black Rock, defende perenização de negócios

Parceria The Shift 3 min de leitura

É impossível fazer inovação sozinho, defendem especialistas

Empresas querem agenda de futuro, mas é preciso ter um ecossistema forte, com conexões bem feitas e bem integradas com agentes econômicos

Parceria Fast Company 4 min de leitura

“Gerar lucro não é o único propósito de uma organização”

Erlana Castro e Paula Harraca, da FDC, discutem o tema na série ESG na Sala do Conselho

Parceria Época Negócios 4 min de leitura

Nem hard, nem soft: o que importa são as real skills

Futurista defende o novo conceito, que envolve habilidades múltiplas e coexistentes, sem separação entre o técnico e o criativo


Impacto Social

Empreendedorismo ou “uberização” do trabalho?

Artigo destaca necessidade do poder público e de empresas apoiarem a formação para empreendedores, que surgem devido à precarização do mercado formal de trabalho 2 minutos de leitura


Impacto Social 3 min de leitura

Economia de cuidados deveria receber US$ 5,4 tri ao ano

Segundo o WEF, o investimento na área de cuidados poderia criar 300 milhões de empregos em todo o mundo até 2035

Carreira 2 min de leitura

22,5% das pessoas usam álcool ou drogas durante o expediente, aponta pesquisa

Pesquisa revela que quase um quarto dos entrevistados consome álcool ou substâncias ilícitas, sendo a maconha a segunda mais comum, e o problema se agrava no home office

Gestão 3 min de leitura

Por que empresas tradicionais rejeitam a transformação digital?

Empresas tradicionais do mesmo ramo podem reagir a mudanças digitais quando elas contradizem sua estrutura atual de conhecimento


Mais Notícias
Inscreva-se na nossa newsletter