close

Acesso a benefícios exclusivos é o principal atrativo dos NFTs

Veja como o Hubspot Consumer Trends 2022 pontuou os principais atrativos dos tokens não fungíveis (NFTs)

nfts © - Shutterstock
por Redação 1 de setembro, 2022
  • Inovação e transformação digital Mais informações
    Inovação e transformação digital

Os NFTs ou tokens não fungíveis começam a se tornar mais conhecidos do público geral, mas para os especialistas eles não só estão sendo acompanhados, como há tendências que indicam como têm sido comprados. Antes de entender a compra, é interessante lembrar que os NFTs são uma espécie de certificado digital, estabelecido via blockchain, e que definem a originalidade e exclusividade a bens digitais. Quando atrelado a um item digital, eles tornam esse bem único perante o mundo. 

Voltando aos NFTs, o Hubspot Consumer Trends 2022 identificou as razões de compra deles, apontando o acesso a benefícios exclusivos como o principal atrativo. Esse fator foi apontado por 43% dos mais de mil entrevistados. Em segundo lugar está o NFT como forma de investimento, atributo que aparece para 38% dos participantes da pesquisa. 

Relevância do Brasil e outros motivadores de compras dos NFTs

O terceiro elemento que motiva a compra de um NFT é dar suporte a um criador de conteúdo, constatado por 36% dos participantes. A popularidade de um NFT ocupa o quarto lugar, indicado por 31%, seguido por estar conectado (31%) e pertencer a uma comunidade (17%), itens finais que fecham a lista. 

Segundo a Forbes, o Brasil segue como um dos países mais relevantes quando o tema é NFT, ocupando a segunda posição em transações. De acordo com a Chainalysis, somente em 2022, os tokens não fungíveis já movimentaram mais de US$ 30 bilhões (R$ 144 bilhões) no mundo. Durante todo o ano de 2021, foram negociados US$ 40 bilhões (R$ 192 bilhões).




Os assuntos mais relevantes diretamente no seu e-mail

Inscreva-se na nossa newsletter